segunda-feira, 24 de setembro de 2007

O retorno dos fatos

Hoje iniciei outro blog, dedicado aos eventos históricos. Eventos? Acontecimentos? Mas por que? Os Annales não cansaram de denunciar a história 'acontecimental', aquela que se dedicava apenas a narrar fatos vazios? Todo o advento da historiografia moderna não foi definido por Hannah Arendt como a ascensão dos processos, que esvaziam a importância dos eventos individuais?

É, mas não há como tratarmos de história contemporânea sem tratarmos dos eventos. O presente é "dominado pela tirania do acontecimento" (Pierre Nora). Além disso, nossa época, de forma inédita, vê seu presente com um sentido já 'histórico'. Desde o fim do século XIX, talvez, a história se desenrola diante de nossos olhos. Todos os contemporâneos perceberam que a Grande Guerra de 1914-1918 era um acontecimento essencial na história da humanidade e as cidades destruídas eram vistas por alguns como um memorial mais importante que as ruínas de Pompéia. Mas o maior exemplo dessa atitude que François Hartog chama de 'presentismo' foi, provavelmente, o 11 de setembro de 2001. Ainda enquanto as imagens se apresentavam na televisão, ao vivo, o sentido histórico daquele acontecimento, fosse qual fosse, era proclamado.

Com isso, nossa contemporaneidade tratou de devolver sentido ao simples evento, ao acontecimento antes desprezado. Agora, em um único acontecimento se vislumbra toda uma longa história: "para que o suicídio de Marilyn Monroe possa tornar-se um acontecimento é necessário [...] que milhões de homens e mulheres possam ver nele o drama do star system, [...] a futilidade de qualquer sucesso" (Pierre Nora). É nesse sentido que eu pretendo falar dos acontecimentos. O evento é um símbolo do processo histórico.

7 comentários:

Mica disse...

Ainda não tinha visitado o Blog... teremos boas discussões!

bjs!

Edson disse...

não deu tempo de fazer uma leitura do blog... mas espero ler assim que tiver mais tempo.
grande abraço!
saudações tricolores!
Edson
2º período de História
FTB

SBTVD disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the SBTVD, I hope you enjoy. The address is http://sbtvd.blogspot.com. A hug.

Anônimo disse...

Olá! achei muito interessante seu blog!
deixo aqui o link de um novo blog sobre historia social no brasil colonia de um grupo da Unb.
espero sua visita!
http://terrabrasilica.blogspot.com/

Bacchante disse...

wow, adorei o blog.
Muito esclarecedor!
Principalmente para nós estudantes de história. Gosto do pensamento de Pierre Nora, principalmente da sua crítica à história científica como uma recusa do presente pelo culto ao evento passado.

abraços!

Renato disse...

Realmente esse "presentismo" é bem uma característica contemporânea. É consequência dele que vem a sensação de que a história hoje anda mais rápido? Que a sucessão de eventos históricos, ou o espaço entre eles é menor?

gigio santoro disse...

Olá,
Estou fazendo um trabalho de pós-graduação a respeito da historiografia vestimental, ou seja, sobre o que já foi produzido de literatura a respeito do vestuário. Assim, numa rapida pesquisa na internet encontrei o presente blog o que me foi muito util, pois o Prof. Lopes traz algumas considerações bem pontuais.
O que me leva a escrever é pedir ajuda a todos os visitantes e mesmo ao Prof. Lopes, no sentido de me fornecer subsídios para a complementação do meu trabalho.
Agradeço muito a ajuda e colabroação, que poderá ser enviada diretamente ao meu email: gigiosantoro@uol.com.br